Um espaço com dicas e tutoriais sobre Motion Graphics

destaque_ex-machina

Concept Art do filme Ex Machina

Em Ex Machina o jovem programador Caleb é selecionado para passar um tempo com Nathan, o CEO do empresa para a qual ele trabalha. Ao ir para a casa, ou melhor, para as instalações onde Nathan mora, Caleb descobre que Nathan criou uma das mais sofisticadas Inteligências Artificiais e quer que Caleb a teste para ver o quão humana ela é.

exmachina_payoff_hires2_rgb

O filme foi dirigido por Alex Garland, que escreveu 28 Dias Depois, e, dentre as pessoas que trabalharam no conceito de Ava (a AI do filme) está Mark Simpson, conhecido como Jock no mundo da arte. Mark revelou em entrevista ao site Business Insider, alguns dos desenhos iniciais que conduziram a criação do visual dos personagens e cenários.

ex machina jock 1

Mark explica que ele e Garland gastaram bastante tempo conversando como a Ava não deveria se parecer no filme. Na imagem acima, podemos ver algumas das variações iniciais propostas para Ava. Mark diz que, inicialmente, desenhou-a com traços muito próximos aos humanos, com apenas algumas nuances estranhas, como as juntas da robô. Ao discutir as ideias iniciais, Alex o fez ir além, o diretor queria que Ava tivesse um visual mais robôtico e mecânico com alguns toques humanos.

ex machina jock 3

Para Mark, este design acima foi o que lhes deixou mais próximo do que pode ser observado no filme. A ideia da malha que cobre o corpo de Ava veio nos estágios finais de desenvolvimento do filme e contribui muito para atingir um visual mecânico e ao mesmo tempo sensual às curvas de Ava. Isso claro, somados a atuação de Alicia Vikander e ao intenso trabalho de VFX efetuado pela Double Negative para chegar em um efeito visual convincente.

ex machina jock 6

ex machina jock 2

Alex encorajou Mark a ser livre para colocar Ava e a pensar em seu conceito sem que fosse necessário se preocupar com a praticidade, as locações ou o orçamento. Tudo isso eram desafios a ser superados mais tarde.

ex machina jock 5

O artista acredita que a essência do filme pode ser expressada através deste design. É natural ao mesmo tempo que permite observar o trabalho interno do robô e é explicito ao mesmo tempo é belo.

ex machina joack 4

Toda esta preocupação com a estética de Ava, trouxe um resultado bastante convincente ao design final que vemos no filme. Acredito que o filme Ex Machina realmente consegue exprimir o conceito do que é um bom VFX, pertinente para construção da história do filme e não a própria história em si.

 

O que vocês acharam do visual de Ava no filme Ex-Machina? Deixem suas impressões nos comentários.

Fontes:

Here’s the concept art that inspired the robot from the year’s best sci-fi movie. Business Insider.

Ótimas ideias a todos.
Adriano Dorow Darosi

Conceitoconcept artDouble NegativeEstéticaEx MachinafilmeIlustraçõesInteligência ArtificialvfxVisual

Adriano Dorow Darosi • 14 de julho de 2015


Previous Post

Next Post

Deixe uma resposta

Your email address will not be published / Required fields are marked *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>